Entrevista exclusiva: Janderson e Anderson


Como surgiu a dupla e há quanto tempo estão na estrada?
Fomos apresentados por amigos em comuns, mas neste mesmo dia, nós apenas nos conhecemos e não chegamos a cantar juntos. Alguns dias depois, exatamente no dia 01/05/08, foi onde pela vontade de Deus, Eu (Janderson) fui convidado pelo meu padrinho Jorge, a ir em um churrasco que ele estava fazendo e mal sabia que o pai do Anderson também estava lá e quando me viu, ligou para o Anderson imediatamente e dentro de poucos minutos chegou o parceiro ideal. Ai sim não teve jeito, começamos a cantar algumas moda de viola e o entrosamento vocal foi inevitável. Passaram-se alguns dias e o Anderson me ligou para irmos em um “Buteco” cantar umas modas nos chamados “Caravana De Viola” que tem até os dias de hoje em varios butecos de Maringá. Cantamos umas modas e a turma do “Sessentão“ gostaram demais e passamos a receber varios convites para ir em programas de rádios, TV’s e participações em shows, quando nos demos conta, já eramos uma dupla e nem sabiamos. A partir deste momento a música nos uniu em uma parceria abençoada e no ultimo dia 01/05/16 completamos 8 anos de carreira.
O que diferencia Janderson e Anderson das demais duplas do mercado?
Bom imagino que pelo estilo de voz, que no nosso caso é o meu (Janderson) “Grave” e a “Voz Aguda do Anderson”, a viola caipira e a guitarra country , instrumentos estes que somos apaixonados e que fez a união da dupla.
O jeito imponente de cantar e o dueto que fazemos com muita atenção e carinho, misturado com o linguajar diferente e marcante.
Janderson-Anderson
Quais são as influencias musicais da dupla?
Sempre tivemos como referencias as mesmas duplas, principalmente as que cantavam no estilo “grave”, tais como:
Graves: Tião Carreiro e Pardinho, Goiano e Paranaense, Ronaldo Viola e Praiano e Zé Mulato e Cassiano.
Agudos: Tunico e Tinoco, Lourenço e Lorival, Liu e Léo, Chitãozinho e Xororó, Zico e Zéca, Cacique e Pagé e por ai vai.
Mas também sempre ouvimos os sertanejos antigos, como por exemplo:
João Paulo e Daniel, Zezé Di Carmgo e Luciano, Chico Rey e Paraná, Rick e Renner, Rio Negro e Solimões, Leandro e Leonardo, Di Paulo e Paulino, Trio Parada Dura, Gilberto e Gilmar, Milionário e José Rico e por ai vai… São muitos!
Também gostamos muito de musica internacional, no meu caso (Janderson), sempre ouvi muito country americano e nos dias de hoje principalmente os mais atuais como o Jason Alden, Florida Georgia Line, Dixie Chicks, Shania Twain, Tim Mcgraw e varios outros.
Já o Anderson além do estilo caipira, sempre gostou muito do rock internacional.
Esta nos planos da dupla a gravação de um DVD?
Com certeza sim! Estamos empenhados em montar um bom repertório e o trabalha-lo bem nas rádios e internet de todo o Brasil, para que no começo do ano de 2017 nós possamos mostrar ao público brasileiro como é a pegada de Janderson e Anderson, Os Nata Cabicera.
Você já tem em mente algum convidado especial para a gravação?
Temos alguns sim, mas preferimos não citar nomes, até que possamos ter a confirmação.
JandersoneAnderson-2
Como é trabalhar com Fábio Borges, empresário conhecido no ramo por administrar a carreira de duplas  como Pedro Paulo e Alex e Lucas e Higor Lima?
Para nós é muito gratificante! Por sete anos, meu pai (Zé Dias) foi nosso empresário, “Deu o Sangue” por nós, fez o que estava ao seu alcance e o que não estava também e damos graças por ele ter nos conduzido, pois sem a persistência dele nós não chegaria-mos aqui.
Enfim tivemos uma reunião com o Borges, já o conheciamos a anos, mas só viemos a nos encontrar para tratar de negócios neste ano de 2016, estavamos em uma situação complicada profissionalmente falando, pensando até em terminar a dupla por conta de uma “má” administração que escritórios antigos fizeram com nossa carreira e foi quando o Borges nos chamou para tentar mais uma vez e não deixar a que o fracasso de terceiros acabasse com um trabalho tão bonito e importante que vinha-mos plantando a tantos anos e foi ai que fechamos a parceria.
Pois a atenção, cuidado, carinho, responsabilidade, compromisso e expressão que estamos tendo em nossa carreira em  apenas 4 meses de parceria com o Borges, nós não havia-mos tido ao longo desses 8 anos de carreira.
Borge Véio, é nóis! Aoiiiiiiiiiiiii…
Vocês esperavam toda essa repercussão que o “single” Boca a Boca esta tendo na internet?
Com a pequena experiência que temos, nós já imaginava-mos que a Boca a Boca seria bem aceita sim, isso por ser uma música com uma letra boa e atual, falando de um assunto que muitos apreciam, “Sensualidade”.
Mas não da pra ter uma noção exata do quanto e por quanto tempo a musica vai andar. A velocidade que ela esta chegando na boca da galera é muito grande, pois estamos fazendo shows em lugares que ainda não tinha-mos feito e o publico TODO já canta ela nos shows com a gente. Boca a Boca esta indo muito além do que previa-mos.
Como é a relação de vocês com os fãs?
Bom esperamos que a melhor possível rs! É muito boa para nós, sempre recebemos muito carinho dos nossos fãs, isso sempre foi assim, desde o inicio da nossa carreira.
Eles estão sempre torcendo por nós e transmitem isso muito bem sem qualquer esforço, é inexplícavel expressar a gratidão que temos por cada um deles. Aos fãs de Janderson e Anderson, tudo isso é por vocês.


Entrevista exclusiva: Janderson e Anderson Entrevista exclusiva: Janderson e Anderson Reviewed by Equipe Cultura VIP on 22:27 Rating: 5

Author Box